Operação à coluna

PT

Olá a todos, o meu nome é Sónia Pires e neste momento preciso urgentemente de uma operação à coluna ou posso deixar de andar por completo.

 

Tudo começou há 3 meses com uma dor nas costas, de vez em quando tinha uma dor aguda que não me permitia movimentar de todo. Comecei a recorrer à médica de família que nunca me atendeu pessoalmente, apenas via e-mail, devido às restrições da COVID-19, apenas receitou-me medicação, medicação essa que não resultou.

 

Passado uma semana voltei a ir ao centro de saúde e não tive qualquer tipo de atendimento, mandaram-me fazer exames inclusive um TAC, e outro tipo de medicação, que mais uma vez não resultou em nada, comecei então a levar injeções diárias para as dores, que cada vez pioraram mais.

 

Sem qualquer resultado da medicação ou injeções deixei de conseguir trabalhar ou movimentar-me, dei entrada nas urgências do hospital Francisco Xavier pela primeira vez em Agosto, apesar de me terem injetado quantidades enormes de morfina mas sem qualquer resultado, o médico das urgências pediu várias vezes à neurocirurgia para que me viessem examinar pois a minha situação era muito grave mas eles recusaram-se aparecer uma vez que a minha perna ainda não estava totalmente paralisada, mandaram-me para casa com um aviso que teria de ser vista por um médico neurocirurgião mas apenas colocaram-me na lista de espera para uma consulta, sem data prevista.

 

Passados 4 dias, já sem aguentar com as dores, dei novamente entrada nas urgências do hospital Francisco Xavier, mais uma vez o médico de serviço pediu à neurocirurgia para me virem examinar, mas sem resultado. As dores eram tantas que a gritaria tornou-se insuportável e lá chamaram uma médica neurocirurgiã, que me disse que infelizmente a lista de espera é enorme e que não havia nada a fazer, sem ser esperar.

 

Passei então a andar de cadeira de rodas, não durmo à noite com dores e tomo cerca de 10 comprimidos por dia, mas as dores não passam nem melhoram.

Hoje dia 6 de Setembro de 2021, fui a uma consulta particular com um neurocirurgião no Hospital dos Lusíadas, quando o médico viu os mesmos exames que a outra neurocirurgiã viu, informou-me que se não for operada urgentemente perco completamente a capacidade de andar.

 

A operação custa 5000 euros, peço-vos toda a ajuda possível, não tenho este tipo de dinheiro nem seguro que me ajude.

Quero muito poder voltar a andar.

Agradeço de coração


(A conta bancária associada a este GoFundMe é a do meu marido, Carlos Miguel Rodrigues Dionísio, que é quem está a cuidar de mim.)

 

 

EN

It all started 3 months ago with an unusual back pain, sometimes it was extremely intense which didn’t allow me to move at all. I started going to my family doctor, who never was available in person due to covid restrictions, so our interactions were entirely by email. I was only prescribed medication, which unfortunately, did not work.

 

A week goes by and I went into the healthcare center again and I did not receive any sort, in which I did not get any sort of care at all and was only signed up for a TAC and a plethora of extra medication, which again, did not help unfortunately, so I started getting daily injections for the pains, that gradually became worse and worse.

 

With no results from the medication or injections, I wasn’t able to work or move at all, and that’s when I checked in at Francisco Xavier Hospital for the first time in August and even though I was given enormous amounts of morphine, nothing helped.

 

The ER doctor asked several neurosurgeons to come examine me because my situation was extremely serious, but they refused to appear since my legs weren’t totally paralyzed yet. I was sent home with a warning that I would have to be seen by a neurosurgeon, but I was put on a waiting list for an appointment, without any foreseeable date set.

 

After 4 days, I couldn’t handle the pain, and I went to the ER again, at the same hospital, Francisco Xavier. Once again the on site doctor asked the Neurosurgery department to come examine me, but no one came. The pain became so unbearable and the screams so loud, that a neurosurgeon was called, who told me that, unfortunately, the waiting list is enormous due to covid related delays, and there was nothing else that could be done but wait.

 

So, I started using a wheelchair, I can’t sleep at night, and I take around 10 pills a day, but the pain does not subside.

 

Today, the 6th of September 2021, I went to a private appointment with a neurosurgeon at the Lusiadas Hospital, whom, after looking at the same exams the last neurosurgeon did, told me that I needed an emergency surgery, or I'd lose all my ability to walk.

 

The surgery costs 5000€. I'm pleading for all the help that I can possibly get, I do not have this type of money or insurance that’ll help me.

 

 

I really want to walk again.

 

From the bottom of my heart, thank you.

(The bank account associated with this GoFundMe belongs to my husband, Carlos Miguel Rodrigues Dionísio, who is the one taking care of me right now.)

 

  • Anônimo 
    • €51 
    • há 4 dias
  • Anônimo 
    • €25 
    • há 4 dias
  • Barbara Rodrigues 
    • €10 
    • há 7 dias
  • Jhony Rosario 
    • €8 
    • há 9 dias
  • Anonimo Anonimo 
    • €10 
    • há 10 dias
Ver todas

Organizadora

Dinah Pires 
Organizadora
São Domingos de Rana
  • A maior plataforma de arrecadação de fundos do mundo

    Mais pessoas começam campanhas no GoFundMe do que em qualquer outra plataforma. Saiba mais.

  • Garantia GoFundMe

    Nas raras situações em que algo não der certo, trabalharemos com você para determinar se houve mau uso. Saiba mais.

  • Orientação de experts 24/7

    Envie suas perguntas e nós responderemos, dia e noite. Saiba mais.